Moza abre balcões em Vanduzi, Gondola e Murrupula

O Moza inaugurou ontem três novas Unidades de Negócio sendo duas nos Distritos de Vanduzi e Gondola, na província central de Manica, e uma terceira em Murrupula, na Província de Nampula.

A abertura destas Agências insere-se no âmbito da iniciativa presidencial “Um Distrito um Banco” liderada pelo Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, através do Fundo Nacional de Desenvolvimento Sustentável, e que preconiza que todos os distritos do País tenham pelo menos uma Agência Bancária até 2019.

As cerimónias de inauguração em Vanduzi e Gondola, foram presididas pelo Governador da Província de Manica, Alberto Mondlane, na presença da Secretária Permanente do MITADER, Sheila Afonso; do Administrador Executivo do Moza, Manuel Guimarães, e dos Administradores Distritais. Esteve ainda presente no Distrito de Gondola, o Presidente do Conselho Municipal para além de outros membros dos governos provinciais, distrital, colaboradores do Moza e populares.

Já em Nampula, o acto foi testemunhado pela Secretária Permanente do Governo Provincial, Verónica Langa; a PCA do Fundo de Desenvolvimento Sustentável, Augusta Maita, o Administrador do Distrito de Murrupula, António Saul; Administrador Executivo do Moza, Vítor Brazão e demais convidados.

Na sua intervenção, o Governador de Manica, Alberto Mondlane, manifestou a sua satisfação pela inauguração de 2 Balcões em dois distritos da província o que simboliza, para os habitantes dos Distritos de Vanduzi, Gondola e da Província de Manica, “a abertura de mais um horizonte e perspectiva de desenvolvimento que

têm como base não só de intermediação financeira como também da promoção da economia”.

Mondlane reiterou o total apoio e disponibilidade do Governo em cooperar naquilo que for necessário para o desenvolvimento de actos tendentes a melhoria da vida dos cidadãos e fortificação do sector bancário.

No mesmo diapasão, a Secretária Permanente da Província de Nampula, Verónica Langa, saudou a Administração do Moza pela expansão da sua rede comercial e dos serviços bancários a ela anexos, dedicando atenção não apenas aos actuais clientes mas também a população do meio rural.

Para as autoridades governamentais de Nampula, a cobertura bancária nas zonas rurais no âmbito do projecto “um Distrito, um Banco” é uma questão de desenvolvimento, igualdade de oportunidades, remoção de assimetrias e de promoção de justiça social.

Gostaria assim de parabenizar ao Moza Banco pela Materialização deste projecto que vai alavancar o uso de instituições bancárias no meio rural. A existência de mais um Banco é um bom sinal de crescimento económico, pois não se pode falar de desenvolvimento de uma região sem que exista uma relação de cumplicidade entre os agentes económicos e o sector bancário e outros intervenientes”, considerou.

Para os representantes do MITADER, a inauguração destas Agências irá permitir reduzir o défice de Distritos no País sem cobertura de rede bancária à altura fixado em cerca de 72, de um total de 152 distritos, pelo que enalteceram o esforço empreendido pelo Moza e por todos actores envolvidos no desenvolvimento do sector financeiro que lado a lado com o Governo participam activamente na melhoria do acesso inclusivo aos serviços financeiros.

Por seu turno, os Administradores do Moza manifestaram a sua satisfação pela expansão dos seus serviços, considerando que com a instalação dos novos balcões, a população daqueles distritos e das zonas circunvizinhas, incluindo funcionários públicos, comerciantes e empresas locais passam a ter “à porta” um Banco onde podem convenientemente e segurança realizar operações bancárias e encontrar as soluções financeiras mais adequadas às suas necessidades específicas.

Refira-se que com estas novas Agências, o Moza passa a ter uma rede de 55 unidades de negócio em todo o País, incluindo os balcões no interior dos mercados, que totalizam já 10 unidades, espalhadas por 3 províncias dos País, nomeadamente Maputo, Sofala e Nampula.

Maputo, 16 de Dezembro de 2016


19/12/2016

Outras Notícias