Quem Somos

A nossa História

  O Moza Banco iniciou a sua actividade em Junho de 2008;     Em 2010, a KPMG considerou o Moza Banco como a instituição financeira com o crescimento mais rápido em Moçambique em termos de volume de negócios;     Em 2011, o Banco Espírito Santo  África (BES África), actual Novo Banco África, integrou a estrutura accionista do Moza  com  25,1% do capital social, tendo a Moçambique Capitais (accionista fundador) mantido  a sua posição de principal accionista, com 51%. Também em 2011, a revista prestigiada e de renome, “The  Banker”, classificou o Moza Banco como o quinto Banco em África com o mais rápido crescimento em relação aos activos;     Em 2013, o accionista BES África (actual Novo Banco África) procedeu à aquisição de mais 23,9% do capital social do Moza, passando a deter 49% e foi aprovado um Plano Estratégico de 5 anos com objectivo de expansão do Moza Banco para um lugar cimeiro no sistema financeiro Moçambicano. O Plano aprovado assentava em 4 blocos principais, assegurar a excelência no serviço, posicionamento gradualmente universal, posição cimeira e rentabilidade alinhada ao mercado;     Em 2014, a prestigiada publicação “Global Banking and Finance Review”  premiou o Moza como o Banco comercial a operar em Moçambique com o mais rápido crescimento no ano de 2014;     No início de 2015, a prestigiada revista, Banker Africa, considerou o Moza como o Banco mais inovador da África Austral. O Banco assegurou a total cobertura nacional, estando presente em todas as províncias de Moçambique com um total de 45 Agências Bancárias, uma rede de 83 ATM’s e 1.587 POS, com 56.692 cartões (débito e crédito) e um total de 74.567 Clientes. Em finais de 2015 o Banco, fruto da conjuntura e de um desempenho económico adverso, apresenta os primeiros sinais de menor estabilidade da sua performance económica e financeira;     Em Junho de 2017, no âmbito do processo de recapitalização do Banco, a  Kuhanha (Sociedade Gestora do Fundo de Pensões do Banco de Moçambique) passou a integrar a estrutura accionista do Banco, tendo injectado o capital de MZN 8.170 Milhões, correspondendo a uma participação de 79,3%.  
Saiba maisSaiba mais